THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES ?

domingo, 26 de outubro de 2008

até...

hoje, posso ser lamechas com o que estou a escrever
mas, de uma coisa tenho a certeza...
a minha consciência assim o obriga
e todos vós o merecem.

a minha ausência, na visita aos vossos blogs,
não deixa dúvidas.
ela já é enorme no tempo e eu confesso
a falta de ânimo em voltar ao que vos habituei...
apreciar a vossa escrita e deixar o meu comentário.
não que vos possa parecer mas, não há um de vós
que eu não lembre e, em determinadas alturas,
vos visito mas... não comento.
a minha maneira de ser diz: todos são iguais,
porque escrevem e partilham os seus sentimentos
logo, todos merecem o meu comentário. agora,
não posso ficar bem, comigo mesmo, comentar
um amigo e deixar os outros. não o faço.

sou portador da doença Bipolar,
como sempre assumi e dou título ao blog,
bem como afirmo que este blog nasceu
para partilhar as minhas experiências vividas
com a doença e aceitar os comentários de alguém,
também portador, ou não.
isso não tem acontecido e eu respeito as pessoas
mas, o blog nasceu e eu não podia parar, daí,
tenho divagado na escrita e mantenho o,
"Bipolar...ou mentepoderosa".

todos nós temos períodos na nossa vida
em que podemos sorrir, ou não.
não posso dizer que esteja num período
totalmente mau mas, confesso,
existe em mim uma certa desmotivação
e sei perfeitamente, pelo muito que me tenho
dedicado a aprender sobre a doença,
estar numa fase menos boa.
lógico que há motivos para despoletar as fraquezas e,
por muito que se tente e saiba, elas tornam-se "chatas"
e demotivam a força das nossas capacidades.

fico bem, comigo, ao confessar
a minha ausência a todos vocês.
não quero que pensem na palavra...
"esquecimento".
aos poucos, para além de vos visitar,
voltarei a deixar o meu, modesto, comentário.


finalmente um recordar:
Bipolares e seus companheiros de vida...
convençam-se que não é vergonha
partilhar o mal de que se padece.
não é aí, ou por isso, que somos diferentes
e esta doença só nos trai,se nós formos mesmo fracos
e não valorizarmos a nossa força.
ela é "madrasta" mas nós, temos capacidade
para a aceitar e...
mesmo debilitados, só existe uma razão...
a força de não desistir.


até...

.

24 comentários:

f@ disse...

Até breve..
Sérgio só passei para deixar um beijinho porque vi na imagem que tinhas post novo.
Todos temos dias bons e outros nem por isso... há dias que nem falar sei quanto + escrever ou pintar...
Imenso sono... Beijinho gigante

Anónimo disse...

Eu não sou portadora da doença e sinceramente sei muito pouco sobre a mesma...

Li algures que bipolar é todo aquele que num momento está bem e no seguinte está embaixo...pergunto, não é como nos sentimos todos a maioria das vezes??? Não será assim tão simples concerteza, mas...

Venho aqui porque gosto de te ler, porque gosto de ti, porque ultimamente é a única forma que tenho para saber com estás e porque sou tua amiga :)

Gostaria, claro, que me visitasses no meu blog porque tenho sentido a tua falta lá, mas sei esperar e sei também que quando te sentires melhor, vais voltar, não é???

Espero que os motivos que originaram o despoletar do teu desânimo passem depressa e que voltes a ser a pessoa especial que sempre foste.

As melhoras...nada como um dia atrás do outro.

Espero por ti...sempre :)

Um beijo com carinho,
teresa

GMV disse...

Querido Sérgio,

Todos temos os nossos momentos bons e menos bons... se o teu, neste momento, é menos bom, recebe o meu carinho.

Beijos

ButTerfly^kisS disse...

No te preocupes por visitar otros blogs, ya tendrás ánimos y sino... tampoco pasa nada.
A mi me gusta leerte, saber de ti y que estes bien es lo más importante.
Cuando te encuentres mejor nos volverás a deleitar con tus palabras, con tus sentires y tus afectos.

Miles de besos mágicos que te lleven alegría.

Sol da meia noite disse...

Meu amigo, fizeste bem em partilhar o teu sentir.
A vida, tem vezes em que se complica, nem sempre sendo fácil encontrar motivação que ajude a superar o menos bom.
Mas a força está dentro de nós, não nos podemos esquecer.
E eu sei que não esqueces.

Força sempre!

O meu abraço apertadinho, deixo...
O meu sorriso :-)))

amordemadrugada disse...

Olá Sergio!
Engraçado...por algum motivo...senti que querias dizer alguma coisa!
E entrei!
E disseste!
Não sentes que estou contigo!?
Estou sempre que precisares meu amigo!

e não te deixes ir abaixo...tu és um homem forte, tenho a certeza!
Também tenho grandes momentos de tristeza que parece não ter fim...mas agarro-me sempre a algo...ou alguem maravilhoso...o meu filhote!
Pensa que alguem num qualquer lugar do mundo...pensa em ti e te passa a mão pelo cabelo...
Um beijo em teu coraçao lindo
Força

SimplesmenteAna disse...

Xiii...
Sérgio, como deves ter percebido escrevi no teu post anterior o comentário para esta mensagem.
Ai eu...!

Em vez de estar nesta "janela" está na janela anterior. Mas, o mais importante do que o lugar onde está escrito é o que está escrito.

A tua janela é rica e permite visões lindas... é como os nossos olhos que captam o que queremos e que nos toca.

Uma janela aberta também permite entrar ar fresco, permite ver novas cores, sentir novos aromas...

Não deixes que a "tua janela" esteja muito tempo encostada... liberta-a e partilha connosco as tuas palavras, o teu sentir, o teu olhar.

Beijinhos :-)

Vivian disse...

...a bipolaridade, assim como a
depressão ambas distintas merecem cuidados especiais, aliadas à
força de vontade e determinação
por conta de seus portadores, é claro.

no seu caso, escrever, dar espaço
para que se liberte o que vai na
alma, é tudo de bom, e melhor ainda se aliado a pequenas doses
de litium, assim como tbm nos
casos depressivos a fluoxetina, ou seja, os 'prozacs' da vida.

o resto é trabalhar a mente e o
coração para que ambos sintam a
vida como um pulsar de Deus em nós.

estava viajando via mouse,
passei por aqui, entrei,
e me sensibilizei contigo.

embora sejas portador da
bipolaridade, tenho certeza
de que és muito maior que ela,
pelas palavras tão bem colocadas
que aqui deixastes...

que Deus esteja contigo sempre!

bjusss

BlueVelvet disse...

Sentidamente agradeço, na parte que me toca, a tua explicação.
Confesso que estranhei a tua ausência e vinha sempre ler-te.
Embora não seja portadora da doença, sei bastante sobre ela e sei que não é fácil viver com ela.
Mas viver não é fácil nunca.
Dotado da inteligência e sensibilidade que possuis, vais dar a volta.
Que aquilo que agora te deitou mais abaixo se resolva é o que te desejo, do coração.
Quando te sentires melhor, será um prazer voltar a ler-te aqui, e na minha casota.
Força e um abraço apertadinho

Anónimo disse...

Sérgio... nuvens brancas com brilho de estrelas cintilantes
beijinho

Anónimo disse...

... então...

... até...

Alice

Anónimo disse...

beijinhos

amordemadrugada disse...

Sergio
Vim deixar-te um abracito e muita luz
beijinho

Angel of Light disse...

Olá querido Serginho, grande Ser de Luz!

Se decidiste vir à Terra como Bipolar,... sim, porque quem decidiu foste tu (a tua alma) antes de encarnares, só tens de descobrir o porquê. Como? ABRAÇANDO a tua doença com todo o Amor que conseguires, com toda a Luz que brilha dentro de ti, para tentares compreendê-la... descobrir a sua origem no "passado"... e a "eliminares". Acredita, és uma alma muito nobre que se prontificou a vir à Terra nessa condição!

Não estranho o facto de não me comentares. Compreendo e respeito. Gosto muito de ti... mesmo sem deixares marcas no meu cantinho. O importante para mim é que leiam o que escrevo e que sintam que, de alguma maneira ou de outra, plantei uma semente de Amor, Paz e Luz nos corações de quem me visita.

Se precisares de alguma coisa, sabes onde me encontrar.

Até lá... deixo-te luzinhas violetas, verdes e douradas...

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

f@ disse...

Olá Sérgi, queria tanto um desenho novo...
beijinho

paula barros disse...

Oi, Sérgio
Acho que vc é forte em assumir-se. Mostra que você é especial na forma de ser. Sinto sua falta no meu blog, até ia brincar com a distância. Mas agora entendo e respeito.

Não sei o que dizer sobre a doença. TEnho tido contato com pessoas assim, filhos de amiga, amigos, e sei o quanto é difícil.

Deixo a sugestão como forma de tentar reagir, fotografa para que a gente possa ver. Sei que fotografar requer ânimo, mas pode ser que sabendo que gostamos de ver vc se anime. E em contato com o sol, com a natureza, isso lhe ajude.

fica com Deus, se cuida.

abraços fraternos

Mi... disse...

Deixo um beijo na saudade de também eu te visitar ... e comentar...
Concordo contigo a 100% e também eu ando ausente...não dos corações de quem guardo no meu , mas das palavras deixadas nos seus espaços...
Um beijo muito grande meu Amigo e... força... muita força, pois bipolar ou não...todos precisamos dela nas nossas vidas

***

Paula Raposo disse...

Já há muito tempo que não te visitava. Existem momentos menos bons da doença e portanto todos te aguardamos...beijos.

Lili disse...

Sergio...
Já somos amigos, pensei que me reconhecias pelas fotos dos meus gatinhos e telas :-(

Sou mãe de um menino autista com fobias várias incluindo a social e personalidade esquizoide.

Sei como te disse o que é a bipolaridade e conheço uma amiga que também foi diagnosticada com grau II.

Espero que nos continuemos a seguir e a partilhar.

beijinhos

Parapeito disse...

...quando estiveres em dia não...olha ao menos para o céi :)
Um abraço****

dina disse...

que dizer?tambem sou bipolar
e sinto me perdida
tantas emoções,tantos altos e baixos no mesmo dia é terrível
não consigo sonhar nem acreditar
apenas queria descansar
estar e fazer parte do nada
deixar de me sentir tão mal amada por mim própria
só desejava que a minha mente parasse
e que se voltasse a acordar,fosse num mundo diferente,talvez só criado para nós,doentes bipolares
como é difícil viver assim
desculpem o desabafo
mas,de facto,não estou bem

Anónimo disse...

Olá Sérgio parei aqui porque tb eu sou bipolar, tb eu tnh estes altos e baixos, tb eu sei o que é sentir mais que os demais ;) visite-me no facebook "Eu sou Bipolar". Bem-haja por partilhar parte de si, parte de nós.

Iris disse...

Eu Sou Bipolar

Que confusão,
Que tristeza minha gente,
Ser-se Bipolar chega a ser deprimente
Eu vivo numa agonia...
Ora agora muito triste,
Ora já muito contente

É complicado
É complicado

Gosto de complicar o que é simples,
Gosto de simplificar o complicado,
o que tenho nunca me chega,
Desvalorizo o que me é dado.

É complicado
É complicado

Amo com tudo,
Desiludo-me com nada,
e á primeira oportunidade,
Estou outra vez apaixonada!

É complicado
É complicado

Vivo muito no Passado
Esqueço quase o Presente,
O Futuro nunca mais chega
e quando chega,
Chega já como Presente.

É complicado
É complicado

Irisjorge

Anónimo disse...

Neste momento, o desejo de morrer é muito maior que o desejo de viver...
Sou bipolar e estou esgotada.
A todos os bipolares deixo, um abraço amigo.