THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES ?

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

sem título (4)

De boa apresentação, figura bem cuidada, cabelo grisalho, fato cinzento escuro, camisa azul clara e gravata azul escura. Este é o Sr. Thomáz que me foi "entregue" pelo meu director para o pôr ao corrente das suas funções.
A primeira palavra que trocámos foi a nossa apresentação, agora que estamos os dois sózinhos, num tom mais informal. À primeira vista, deu para notar a sua voz bem suave, palavras pausadas e apresentando uma imagem de alguém muito calmo e social.
Percorri os vários departamentos da empresa e fui apresentando-o aos colegas. Enquanto isso e nos intervalos destas apresentações, sempre havia tempo para uma conversa extra, um pouco mais relacionada connosco. Não me parece que seja uma pessoa com dificuldades em estabelecer o diálogo.
Era já percorrida meia manhã e as apresentações continuavam mas, recebo a pergunta do Thomáz:
-Habitualmente não há um tempinho para tomar um cafézinho? Respondi:
- Claro que existe esse tempo.
Ele:
- Então podemos? Deixe-me convidá-la.
respondo:
- Aceito. Temos o nosso refeitório onde nos podemos sentar um pouco.
- Óptimo, já me vazia falta.
Respondeu ele.
Assim foi, sentámo-nos no refeitório e bebemos o café sendo que, pelo meio, como que adolescentes, tentámos ambos estabelecer um diálogo mas...a confiança ainda é curta e uma certa timidez, impedia-nos de olhar um para o outro a modos de se estabelecer conversa, que mais não podia ser, senão e apenas, sobre trabalho. Afinal, foi para isso que o nosso director nos convocou e...olha, por falar em director, eis que o mesmo acaba de entrar no refeitório, o que me causa, sem explicação, uma sensação de calor na minha cara e um certo nervosismo. Pediu uma água com gáz, chega-se à nossa mesa e pergunta:
- Posso fazer companhia?


.

11 comentários:

© efeneto disse...

Olá amigo/as.
Venho por este meio agradecer a todos aqueles que tiveram a amabilidade de por todas as vias me endereçaram as melhoras e tiveram a paciência de esperar. Aos poucos e na medida do possível irei retomar as publicações no “Grito” agora renovado e as visitas aos amigos.
Porque o tempo urge e a amizade espera, vou começar a colocar as visitas em dia.
Beijos a quem é de beijos e abraços aos restantes.
©efeneto

Sol da meia noite disse...

Bem... a coisa vai começar a complicar-se...
Formado que está o triângulo, vamos ver onde tudo isto irá parar.

Sérgio, parabéns pela história linda, rica em pormenores... também em mistério...!
Aguardo a continuação.


Um beijinho *

GMV disse...

Gosto da tua história, principalmente porque quem narra é uma personagem feminina. É sempre um desafio interessante ver um homem escrever no papel de uma mulher.

Beijos em ti, querido Sérgio.

ButTerfly^kisS disse...

Una novela por entregas...la impaciencia me invade pues me gustaria saber el final de la historia.
Estoy de vuelta,querido amigo:
un fuerte abrazo.

amordemadrugada disse...

ola Sergio
vim deixar te um abraço e votos de uma boa noite
bjito

Paradoxos disse...

um abraço estimado amigo Sérgio!

Bill Stein Husenbar disse...

Nesta época natalicia, desejo um Feliz Natal recheado de momentos bons e inesqueciveis na companhia dos que mais ama. Que a alegria e a esperança se espalhe e se concretizem no coração de cada um de nós.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

kakauzinha disse...

Bem, deixa cá sentar-me e esperar pela continuação desta história.

Grande imaginação! Gostei muito.

Beijinhos azuis****

Anónimo disse...

Só para deixar um beijinho com carinho neste dia especial :)

teresa

Fa menor disse...

Li-te!
já tinha saudades...

beijinhos

Paula Raposo disse...

Cheguei agora para ler esta tua história sem título. Estou a gostar. Beijos.